Preparem-se… vem aí um 2009 bastante duro

Esqueçam a crise do crédito e do mercado imobiliário. O problema principal será mesmo o desemprego… e não se avizinham bons tempos.

O principal problema para a economia é mesmo o desemprego. Economistas prevêem que a recessão vai piorar com a espiral de fecho de empresas e de aumento de desemprego. Enquanto as pessoas continuarem a perder o emprego e as expectativas relativamente á economia não melhorarem o mercado imobiliário continuará sem perspectivas de retoma. Não serão as sucessivas baixas das taxas de juro que permitirão um aumento das vendas ou dos preços das casas.

O crescente desemprego conduzirá, inevitavelmente, a um aumento do incumprimento de algumas famílias relativamente aos seus empréstimos á habitação levando a que os bancos tenham ainda menos “vontade” de permitir o acesso ao crédito para habitação. Alem disso, as preocupações dos consumidores face à situação actual levarão a forçosas quebras no consumo. Quebras essas que se reflectirão nos proveitos das empresas originando ainda maiores descidas dos mercados.

Quando a economia entra numa espiral negativa é normal esperar um aumento do desemprego. O problema é que não existem motivos para que essa tendência de altere.

Mesmo aqueles com empregos estáveis serão afectados já que as suas empresas entrarão num ambiente de elevada dificuldade o que, no limite, poderá suscitar o fecho das suas empresas. Há quem preveja que a quebra no consumo privado levará ao inevitável fecho de lojas e ao abandono dos centros comerciais tornando-os verdadeiras cidades fantasmas. Tais situações promoverão um decréscimo dos valores patrimoniais dos respectivos imóveis e consequentemente um abaixamento das receitas cobradas pelos municípios em taxas e impostos.

A crise de confiança que instalada poderá, por si só, suscitar um agravamento da crise que já se vive. Se no ano de 2008 as preocupações incidiam numa crise do imobiliário e de liquidez dos mercados financeiros, para 2009 a verdadeira preocupação deverá ser o aumento do desemprego.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s