FOGOS USADOS DOMINAM 70% DA OFERTA HABITACIONAL NA AM LISBOA

Estatísticas Confidencial Imobiliário|LardoceLar.com sobre oferta habitacional no 2º trimestre 2009

Os mais recentes dados Confidencial Imobiliário/LardoceLar.com, referentes ao 2º trimestre de 2009, revelam que cerca de 71% da oferta de habitação na Área Metropolitana de Lisboa (AM Lisboa), que totaliza mais de 200 mil unidades, é constituída por fogos usados. O concelho de Lisboa concentra a maior parte dessa oferta de usados, com cerca de 20% do total de fogos deste segmento disponíveis na base de dados. Adicionando Sintra, Cascais e Oeiras, esse peso ascende a mais de 50%.
Já no que respeita os fogos novos, que equivalem a 29% da oferta de habitação na AM Lisboa no 2º trimestre de 2009, o concelho de Cascais concentra a fatia mais expressiva deste segmento, com 16% da oferta. Este concelho associado aos concelhos de Lisboa, Seixal, Sintra e Almada representam mais de 50% da oferta de alojamentos novos na área metropolitana.

O valor médio da oferta de usados na AM Lisboa foi de 1.572€/m², com Lisboa a tomar a dianteira (2.284€/m²) e Sintra a apresentar o valor mais baixo (1.241€/m²). Do conjunto dos quatro concelhos com maior oferta de fogos usados, Cascais e Oeiras atingem valores muito próximos, de 1.876€/m² e de 1.822€/m², respectivamente.
Na habitação nova, o valor médio de oferta na área metropolitana foi de 1.827€/m², continuando a ser Lisboa a exibir o valor mais elevado (2.724€/m²), seguido de Oeiras (2.208€/m²), e de Cascais (2.126€/m²). Nos cinco concelhos mais representativos da oferta de alojamentos novos, o Seixal apresenta o valor mais baixo, não ultrapassando os 1.530€/m².

A Confidencial Imobiliário e o portal http://www.LardoceLar.com, desenvolvido e gerido pela Caixatec, do universo Caixa Geral de Depósitos, estabeleceram uma parceria, no âmbito da qual a primeira realiza o tratamento estatístico dos imóveis em oferta neste portal, que reunia, em 2008, um total acumulado de 567 mil imóveis e 1.723 empresas de mediação imobiliária. A Ci procede ao seu tratamento estatístico, incluindo procedimentos de validação e eliminação de registos repetidos, apurando resultados que podem ir ao nível da freguesia, sobre o stock em oferta e sobre os fluxos de entradas e saídas da base de dados, por tipologia e estado de uso.

Fonte: Confidencial Imobiliário.

Anúncios

One response to “FOGOS USADOS DOMINAM 70% DA OFERTA HABITACIONAL NA AM LISBOA

  1. Aqui no Brasil o mercado está bem disputados também, houve um aumento siginificativo na oferta de imóveis, e com a ajuda do Governo Federal famílias de baixa renda estão financiando casas populares construídas pelo próprio Governo, por preços muito acessíveis para este tipo de pessoas carentes. Abraço!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s